Random header image... Refresh for more!

De Molen e Omnipollo de volta ao Brasil

Badalada entre beergeeks, a Brouwerij De Molen é uma premiada micro cervejaria, destilaria e restaurante localizada na área rural de Bodegraven, uma cidade com menos de 20 mil habitantes próxima a Utrecht, na Holanda. Fundada em 2004 dentro de um antigo moinho (De Molen, em dutch) construído em 1697, a cervejaria começou a chamar a atenção ao recriar receitas históricas (com uma pegada norte-americana) tanto quanto produzir um vasto catálogo baseado em círculos de produção extremamente curtos e sazonais. Em 2010, a Brouwerij De Molen entrou na lista de 100 cervejarias mais notáveis do mundo, segundo o Ratebeer, e seus rótulos continuam provocando o bebedor, já a partir da arte, simples e econômica, que remete a apresentação de remédios.

Após um período ausente do Brasil, a Brouwerij De Molen retorna agora via importação da Beer Concept, que coloca 22 cervejas da casa nas prateleiras brasileiras, numa tabela de preços que flutua de R$ 31 (a Vuur & Vlam IPA) a R$ 96, preço dos rótulos mais festejados da casa, que geralmente passam por envelhecimento em barricas. Algumas destas foram apresentadas para a imprensa esta semana no Empório Alto de Pinheiros, e surpreenderam: a Bommen & Granaten Barley Wine chega em versão básica (R$ 49) e uma espetacular Barrel Aged Rioja (R$ 96), envelhecida em barricas que antes continham vinho Rioja. Outra das favoritas da degustação foi a Verdeel & Heers Barreal Aged With Brett (R$ 96), uma Imperial Stout com uma carga incrível de defumado e turfa, derivados dos barris que a envelheceram.

Pelo Scream & Yell já passaram 24 De Molens diferentes (o meu Untappd soma 35), sendo que algumas que chegam agora neste container estão entre as prediletas da casa, como a Tsarina Esra (R$ 49), uma poderosa Imperial Porter que ocupa a sexta posição no meu ranking pessoal de 1001 cervejas. A De Molen Hel & Verdoemenis (R$ 49) chega em sua versão base sendo que no meu ranking pessoal destaco a versão Cuvee (34º lugar), que eu trouxe de Amsterdã em uma viagem. Outra presente no ranking é a De Molen Mooi & Meedogenloos (R$ 40), que figura na posição 196. Chegaram ainda a Hemel & Aarde Russian Imperial Stout (R$ 49), a Rook & Vuur Smoked Stout (R$ 49), a Rasputin Russian Imperial Stout (R$ 49), a Mout & Mocca Russian Imperial Stout With Coffee (R$ 49), que eu bebi em Amsterdam, entre outras.

Já a sueca Omnipollo retorna ao Brasil com 11 rótulos, sendo que apenas dois deles eu havia bebido anteriormente: a Leon Belgian Pale Ale (R$ 31) e a Nebuchadnezzar Imperial IPA (R$ 40). Dos rótulos apresentados para a imprensa pela Beer Concept, o mais elogiado foi o da espetacular Omnipollo Anagram Blueberry Cheesecake Stout (R$ 82), uma Russian Imperial Stout de 12% de álcool incrível feita em colaboração com a também sueca Dugges. Chamaram a atenção também a bela Magic 3.5 Pineapple (R$ 47), uma deliciosa gose com sal marinho e também abacaxi, a Selassie Vanilla Beans and Ethiopean Coffee (R$ 82), uma Imperial Stout com favas de baunilha e café etíope, e as duas versões Ice Cream, feita em colaboração com a cervejaria britânica Buxton: Original Rock Road e Original Texas Pecan (minha preferida), ambas chegando ao preço de R$ 82 a garrafa.

2 comentários

1 CARLOS { 07.26.17 at 11:41 am }

Esses valores foram os cobrados pelo EAP?

2 Mac { 07.26.17 at 12:10 pm }

Isso, Carlos, são os informados pelo EAP.

Faça um comentário