Blog do Editor do Scream & Yell
Random header image... Refresh for more!

Opinião do Consumidor: Damm

damm.jpg

Uma das principais cervejarias espanholas (e catalãs), a Damm abriu as portas em 1876, quando o mestre cervejeiro Joseph Damm se instalou em Barcelona e começou a produzir aquela que seria a principal representante da marca, a Estrella Dourada (agora Estrella Damm). A vedete dos dias de hoje é a premiadíssima Voll-Damm Doble Malta, mas eles ainda produzem um cardápio vasto das quais vale citar, além das três abaixo, a Bock Damm, a Estrella Damm Inedit (criada pelo chef Ferran Adrià) e a popular (na Espanha) Xibeca.

Carro chefe da cervejaria catalã, a Estrella Damm lembra muito as american lagers brasileiras de balcão, e suas principais características, assim com nas nacionais, são a leveza e o fato de ser refrescante, ou seja, apropriada para ser bebida no verão e em grande quantidade. O aroma é marcado por cereais não maltados (arroz, milho e o próprio malte, todos presentes na formulação) enquanto o lúpulo bate ponto de amargor. Ótima… para se beber em terras espanholas. Por aqui vale ficar com as nacionais (principalmente pelo preço).

A premiada Estrella Damm Daura foi uma das primeiras cervejas sem glúten, ou (no caso da Daura) com baixa concentração de glúten (menos de 6 ppm) disponíveis no Brasil. Num primeiro momento, não há nenhuma diferença perceptível entre a versão tradicional e a Daura, o que já é uma boa notícia. O aroma é de uma lager típica e o paladar é levemente amargo, com manda o figurino. O final, no entanto, é mais adocicado que a Estrella Damm tradicional, marcado a garganta e o céu da boca. Opção interessante para os celíacos.

Já a Weiss Damm é a boa tentativa catalã de emular a escola clássica de cerveja de trigo alemã, da qual a Weihenstephaner é a principal (e sensacional) representante. O aroma segue a tradição com um pouco de cravo, outro tanto de banana e floral além de um pouco de mel e álcool (o que lhe confere um tom metálico). O paladar, mais águado e menos adocidado que o normal, traz algo de frutado (tutti-frutti) e de casca de laranja, mais as notas de banana e cravo. Um bom conjunto que se encerra em um final seco, doce e bem sugestivo.

Importadas pela BrazilWays, as Damm ainda estão chegando ao País com preços não tão competitivos pelo que oferecem. A Estrella Damm pode ser encontrada entre R$ 7 e R$ 9, muito acima de várias marcas nacionais próximas. A Weiss Damm trabalha na mesma faixa e a Daura, um pouco mais acima, entre R$ 14 e R$ 16. São cervejas interessantes para serem consumidas na Espanha, mas que aqui só vale realmente o investimento se for o caso da recomendadíssima Voll-Damm.

Ps. Vale ver a propaganda abaixo, com o chef Ferran Adrià, e a frase da campanha: “às vezes o normal pode ser extradionário”.  Eles sabem que suas cervejas são normais… mas podem ser especiais.

Teste de Qualidade: Estrella Damm
- Produto: Lager
- Nacionalidade: Espanha
- Graduação alcoólica: 4,6%
- Nota: 2,50/5

Teste de Qualidade: Estrella Damm Daura
- Produto: Lager
- Nacionalidade: Espanha
- Graduação alcoólica: 5,4%
- Nota: 2,35/5

Teste de Qualidade: Estrella Damm Daura
- Produto: Lager
- Nacionalidade: Espanha
- Graduação alcoólica: 5,4%
- Nota: 2,56/5

Leia também
- Bock Damm, uma cerveja bem gostosa e leve (aqui)
- Top Ten Cervejas Européias Viagem 2008: Voll-Damm (aqui)
- Voll-Damm, Reina Sofia e Thyssen-Bornemisza (aqui)
- Weihenstephan Brewery, mil anos de tradição cervejeira (aqui)

Fevereiro 26, 2012   1 Comment

Cinco vídeos: Morrissey em Viña del Mar


I Want The One I Can’t Have / First Of The Gang To Die


There is a Light That Never Goes Out


Everyday is Like Sunday


I Know It’s Over


Let me Kiss You

O set list completo do show no Festival de Viña del Mar aqui (não houve bis por falha da produção), as datas (e preços) dos shows no Brasil aqui e a discografia comentada de Morrissey aqui.

Fevereiro 26, 2012   1 Comment