Blog do Editor do Scream & Yell
Random header image... Refresh for more!

Posts from — Abril 2010

Scream & Yell apresenta Romulo Fróes

Depois de Charme Chulo na Festa Scream & Yell#1, e Cérebro Eletrônico na #2, dia 07/05, na Casa Dissenso: Romulo Fróes na Festa Scream & Yell #3. 

Abril 17, 2010   2 Comments

Download: Apanhador Só e Pata de Elefante

Dois álbuns recomendadissimos ganharam lançamento na internet nesta semana. Após dois EPs  (em 2006 e 2008), o Apanhador Só chega ao primeiro disco, liberado gratuitamente no site da banda. Já a Pata de Elefante, ícone do rock gaúcho nos anos 00, retorna com “Na Cidade”, liberado também de forma gratuita, mas via Álbum Virtual, da Trama. Bora ouvir? É só clicar nas capas e correr pro abraço. Seja feliz.

apanhador_so.jpg

“Apanhador Só”, Apanhador Só - Baixe aqui

pata.jpg

“Na Cidade”, Pata de Elefante - Baixe aqui

Abril 14, 2010   6 Comments

Opinião do Consumidor: Schmitt Sparkling

sparkling_ale.jpg

Segunda Schmitt a passar por este espaço, a história desta Sparkling Ale da cervejaria gaúcha é muito mais interessante que seu sabor. O pessoal da Schmitt – que, se você se lembra do post anterior, começou a fabricar cerveja em casa com a receita de uma vizinha alemã – estava fazendo testes de arrolhamento de cortiça para outra cerveja, a Schmitt Barley Wine Magnum. Após dois anos de pesquisa, incluindo a troca da cortiça por metal, eles perceberam que a cerveja – fermentada e refermentada na garrafa – que estava servindo de teste do fechamento era ótima, e assim nasceu a Sparkling Ale.

Ou seja, a Sparkling Ale veio ao mundo ao acaso, e é uma boa cerveja, mas não senti tanta diferença assim entre ela a Schmitt Ale do post anterior. As bolhas (sparkling) que a aproximariam da champagne (além da garrafa particular) e poderiam figurar como principal diferencial da Ale não apareceram na taça, mas o colarinho espesso e cremoso se destacou. A rigor, a Sparkling Ale deveria ser uma Pale Ale de luxo, mas seu baixo teor alcoólico também prejudica a comparação. O aroma é frutado e cítrico enquanto o sabor é levemente frutado e adocicado, com pouco amargor e final tristemente aguado.

Esta Sparkling Ale (garrafa de 750 ml por R$ 12) lembra demais a Schmitt Ale, no gosto e na aparência, o que deixa perceptível a busca por um padrão de qualidade. As duas carregam no malte e lembram trigo no sabor (e na cor), que se embaralha com o amargor (que é suave) e deixa o gosto final um pouco azedo e aguado. Ainda tenho a Barley Wine na geladeira para ver se a Schmitt ainda vira o placar aqui em casa, mas tenho dúvidas. Das seis categorias que a cervejaria trabalha, provei duas, e não gostei. Mas esse jogo pode virar com a La Brunnete Stout, a Barley Wine, a Magnum e a Big Ale na mesa. Tudo é possível. Por enquanto, placar adverso.

Teste de Qualidade: Schmitt Sparkling Ale
- Produto: Cerveja Ale
- Nacionalidade: Brasil
- Graduação alcoólica: 4,5%
- Nota: 1/5

Leia também:
- A Schmitt Ale se perde entre o azedo e o aguado (aqui)
- Backer Medieval, uma das melhores cervejas nacionais (aqui)

Abril 13, 2010   1 Comment

Shows gringos que baixam por estes lados

 laetitia.jpg

Laetitia Sadier / Divulgação

A maratona começa em São Paulo nesta quinta e sexta, quando Jonathan Richman subir ao palco do Sesc Pompéia para entoar suas canções de amor. Mas, além dele, o país ainda recebe Nouvelle Vague, o projeto solo de Laetitia Sadier, vocalista do Stereolab, o trio Martin Medeski and Wood mais Câmera Obscura (que alguns insistem em chamar de Belle and Sebastian de saias, como se os homens escoceses não usassem a vestimenta). Sem contar Cat Power, Mudhoney, Yan Tiersen e Manu Chao, que prometem sacudir a Virada Cultural Paulista. Fique de olho nas agendas e preste atenção: vários desses shows vão esgotar…

Social Distorcion
15/04 - Centro de Eventos Casa do Gaúcho, Porto Alegre (infos)
16/04 - Circo Voador, Rio de Janeiro (ingressos aqui)
17/04 - Via Funchal, São Paulo (ingressos aqui)
18/04 - Curitiba Master Hall, Curitiba (informações aqui)

Jonathan Richman
15/04 - Sesc Pompéia, São Paulo (ingressos)
16/04 - Sesc Pompéia, São Paulo (ingressos)
17/04 - Circo Voador, Rio de Janeiro (ingressos)

Laetetia Sadier
25/04 - Santander Cultural, Porto Alegre (informações aqui)
28/04 - Sesc Vila Mariana, São Paulo (ingressos)

Nouvelle Vague
29/04 - Clash Club, São Paulo (ingressos)
30/04 - Circo Voador, Rio de Janeiro (ingressos)
01/05 - Mercado Eufrásio Barbosa, Recife

Medeski, Martin and Wood
11/05 - Bourbon Street, São Paulo (informações aqui)
13/05 - Sesc Pompéia, São Paulo (ingressos aqui)

Cat Power
20/05 - Opinião, Porto Alegre (infos aqui)
21/05 - Circo Voador, Rio de Janeiro (infos aqui)
22/05 - Jundiai, Virada Cultural Paulista (gratuito)
23/05 - São José dos Campos, Virada Cultural Paulista (gratuito)
26/05 - Bourbon Street, São Paulo (informações aqui)

Manu Chao

22/05 - Santos, Virada Cultural Paulista (gratuito)
23/05 - Araraquara, Virada Cultural Paulista (gratuito)

Yann Tiersen
22/05 - Piracicaba, Virada Cultural Paulista (gratuito)
23/05 - São João da Boa Vista, Virada Cultural Paulista (gratuito)

Mudhoney

21/05 - Clash, São Paulo (informações aqui)
22/05 - Mogi das Cruzes, Virada Cultural Paulista (gratuito)
23/05 - San Jose Do Rio Preto, Virada Cultural Paulista (gratuito)

Camera Obscura
27/05 - Studio SP, São Paulo (informações aqui)
28/05 - TBC, Recife

Abril 13, 2010   9 Comments

Opinião do Consumidor: 1795 Dark

1795_dark.jpg

Terceira cerveja da República Tcheca a frequentar este espaço (a saber, as anteriores foram as ótimas Czechvar e  Primator 16% Exkluziv – links no final do texto), a 1795 é uma premium Lager original da cidade de Budweis, na Bohemia, produzida pela mais antiga cervejaria da região, a BMP (Budejovicky Mestansky Pivovar), que foi fundada no centro histórico da cidade em… 1795.

A BMP utiliza até hoje a receita original em seus tanques abertos de fermentação, atingindo os padrões estabelecidos pela D.O.C (Denominação de Origem Controlada) determinados pela União Européia, exclusivamente para cervejas produzidas na cidade de Budweis. Para comprovar é só procurar no rótulo o termo “Budejovické Pivo”, que garante a qualidade das cervejas feitas na região.

Há uma versão clara, deliciosa, mas aqui centramos o paladar na versão 1795 Dark, uma cerveja de baixa fermentação (lager) de belíssima cor escura que é bastante leve e refrescante. No aroma se percebe a presença de malte tostado, café e um adocicado que lembra caramelo e mel. Já no paladar vem um gosto de café, e se sente um adocicado presente que deve combinar bastante com carnes.

Muitos que já provaram a 1795 Dark reclamam deste adocicado (e seu baixo teor alcoólico), que não me incomodou. Ela não chega a ser tão doce quanto a francesa Jenlain e está longe, muito longe da nossa Malzibier. Há na 1795 Dark um leve amargor que mantém o gosto no paladar, e valoriza seu sabor. Não a toa, ela recebeu medalha de ouro e prata no Stockholm Beer and Whisky Festival (2006 e 2007). Seu preço varia de R$ 10 a R$ 15 (a garrafa de 500 ml). Vale experimentar.

Teste de Qualidade: 1795 Dark
- Produto: cerveja lager
- Nacionalidade: República Tcheca
- Graduação alcoólica: 4,5%
- Nota: 3,5/5

Leia também:
- A Czechvar é um ícone da República Tcheca (aqui)
- Primator 16%, duas delas equivalem a seis de outras (aqui)
- Se Brigitte Bardot fosse engarrafada, seria a Jenlain Six (aqui)

Abril 12, 2010   1 Comment

Download: baixe a revista Noize #32

noize32.jpg

A NOIZE #32 superou a Páscoa. Não sem antes deixar uma contribuição digna do feriado mais engordante do ano: vestiu Edu K de coelho, desbravou o lado fotógrafo do vocalista do Sepultura, Derrick Green, conversou com o Nouvelle Vague  sobre a tour dos franceses pelo Brasil. Ainda viajou de carona nas anotações de seis bandas brasileiras que embarcaram rumo a Austin, Texas, para tocar no festejado South By Southwest. E voltou a tempo de conversar com a Pata De Elefante sobre seu novo álbum, Na Cidade, e entregar esta edição recheada de coisa boa. Além, ainda tem coluna Scream & Yell com este que vos escreve falando sobre webrádios. Você pode ler a Noize online ou baixar o PDF. Tudo aqui.

Abril 11, 2010   2 Comments

Europa 2010: roteiro de viagem fechado

Depois de vários rascunhos, fechamos o roteiro de viagem. Agora não tem como mudar, mesmo porque já reservamos hotéis e acertamos os vôos internos na maioria dos trechos. Neste momento só está faltando o hotel de Barcelona, o de Roma e o da Ilha de Wight assim como os trechos (de avião, trem ou barco) entre Atenas e Santorini, Atneas e Istambul e Budapeste para Praga. Falta quase um mês pra viagem…

14/05 - São Paulo
15/05 - Budapeste
16/05 - Budapeste
17/05 - Viena - Black Rebel Motorcycle Club
18/05 - Viena
19/05 - Viena
20/05 - Viena
21/05 - Budapeste / Bratislava
22/05 - Budapeste
23/05 - Praga
24/05 - Praga
25/05 - Praga
26/05 - Praga
27/05 - Barcelona - Primavera Sound
28/05 - Barcelona - Primavera Sound
29/05 - Barcelona - Primavera Sound
30/05 - Roma - Wilco
31/05 - Atenas
01/06 - Atenas
02/06 - Atenas
03/06 - Ilhas Gregas
04/06 - Ilhas Gregas
05/06 - Ilhas Gregas
06/06 - Ilhas Gregas
07/06 - Istambul
08/06 - Istambul
09/06 - Istambul
10/06 - Londres
11/06 - Londres / Ilha de Wight
12/06 - Festival na Ilha de Wight
13/06 - Festival na Ilha de Wight
14/06 - Londres
15/06 - Londres
16/06 - São Paulo

Abril 11, 2010   6 Comments

Uma Noite em 67

umanoiteem67.jpg

Queria muito, mas muito ver esse documentário, que tem sessões na sexta e sábado em São Paulo, e na outra quinta no Rio de Janeiro, mas não vou conseguir e vou ter que esperar estreiar nos cinemas. Se você tiver chance, não perca. Assista ao trailer aqui.

Serviço – “Uma Noite em 67″ no É Tudo Verdade
Espaço Unibanco de Cinema (São Paulo): Sexta (09), às 21h
Espaço Unibanco de Cinema (São Paulo): Sábado (10), às 15h
Unibanco Arteplex (Rio de Janeiro): Quinta (15), às 19h
Entrada franca
Previsão de estreia: 2010

Abril 7, 2010   7 Comments

Semana agitada em São Paulo

…com muita coisa acontecendo ao mesmo tempo agora. Dá uma olhada na agenda abaixo:

QUARTA - 07/04
Macaco Bong + Caldo de Piaba no Studio SP, 23h
Thiago Pethit no Studio SP, 21h

QUINTA - 08/04
Burro Morto + Cabruera no Tapas, 23h
Otto no Sesc Pinheiros, 21h
Rodrigo Campos no CB, 00h
Ludov no Sesc Ipiranga, 21h

SEXTA - 09/04
Nevilton na Livraria da Esquina A, 23h
Lucas Santana no Auditório Ibirapuera, 21h
Tom Zé no Sesc Pompéia, 21h
Del Rey no Studio SP, 23h
De Leve, Emicida e Thaide no Sesc Pompéia, 21h
Relespública no CB, 23h
Fábrica de Animais no Café Noir, 22h30
Firebug no Inferno, 23h

SÁBADO - 10/04
Facas Voadoras + Canastra no CB, 19h
Calistoga na Livraria da Esquina B, 23h
Tom Zé no Sesc Pompéia, 21h
Luiz Melodia no Sesc Pinheiro, 21h
Eddie no Studio SP, 23h
Charme Chulo e Quarto Negro no Outs, 24h

DOMINGO - 11/04
Porcas Borboletas no Centro Cultural Rio Verde, 14h
Tom Zé no Sesc Pompéia, 19h
Luiz Melodia no Sesc Pinheiro, 19h

Abril 7, 2010   4 Comments

Scream & Yell apresenta Cérebro Eletrônico

scream_party_two_peq.jpg

Um dos nomes mais celebrados da nova cena musical brasileira, o quinteto paulistano Cérebro Eletrônico faz uma pausa nas gravações de seu terceiro disco para tocar na 2ª edição da Festa Scream & Yell, no dia 16 de abril, na Casa Dissenso.

Formado por Tatá Aeroplano (voz e brinquedos), Fernando Maranho (guitarra), Fernando TRZ (teclado), Renato Cortez (baixo) e Gustavo Souza (bateria), o Cérebro Eletrônico ganhou notoriedade com seu segundo disco, “Pareço Moderno”, lançado em 2008, com a mistura da Tropicália de Caetano Veloso, o romantismo de Roberto Carlos e a irreverência de Sérgio Sampaio. “Pareço Moderno” figurou em várias listas de melhores discos de 2008.

No momento, a banda prepara o disco Deus e o Diabo no Liquidificador, que deve ser lançado no final de junho. Para registrar o processo de gravação, o Cérebro colocou no ar um hot site com vídeos dos ensaios (http://cerebroeletronico.com/site/), áudio das versões demos das músicas e um blog onde os músicos contam bastidores do estúdio. O destaque do novo repertório é a música “Cama”, com uma melodia que remete à força de “Como dois e dois”, de Caetano Veloso.

A festa integra o calendário de comemorações de dez anos do site Scream & Yell (http://screamyell.com.br/), que começou em março com show do grupo Charme Chulo na Casa Dissenso, e discotecagem com o melhor do pop, rock e indie. Desta vez, uma pitada de sons brasileiros deve ser jogada no caldeirão de sons que sairá das pick-ups comandadas pelos jornalistas e dublê de DJs Marcelo Costa e Tiago Agostini.

A Casa Dissenso fica na Rua dos Pinheiros, 747, quase esquina com a Rua Mourato Coelho. Com ambiente intimista, seu diferencial é a qualidade de som de primeira para as bandas, garantida com a aquisição de novos e potentes equipamentos. O bar se destaca por oferecer uma variada carta de cervejas nacionais e importadas, atendendo aos numerosos amantes da bebida. Durante a festa, a Loja Dissenso estará aberta vendendo artigos relacionados à cultura pop. E não deixe de experimentar o delicioso sorvete da casa.

SERVIÇO
Festa Scream & Yell #2
Sexta 16/04
Abertura da casa: 22h
Show: Cérebro Eletrônico às 00h em ponto (transmitido via web)
Discotecagem: DJ Set Scream & Yell (Marcelo Costa e Tiago Agostini)
$15
Local: Casa Dissenso, Rua dos Pinheiros, 747, São Paulo, SP

Abril 7, 2010   5 Comments